O que é Motion Graphics e como ele pode auxiliar seu negócio
O que é Motion Graphics e como ele pode auxiliar seu negócio
O que é Motion Graphics e como ele pode auxiliar seu negócio

O que é Motion Graphics e como ele pode auxiliar seu negócio

Carolina Reggiani
escrito por
Carolina Reggiani
Tempo de leitura: 6 minutos

O Motion Graphics é uma solução de vídeo para diversas necessidades da sua empresa

Motion graphics, motion design, vídeo de animação e design de animação são todos nomes para a maior tendência do audiovisual da atualidade.

Mas afinal…

O que é o motion graphics?

O motion graphics é um estilo de vídeo composto por imagens, formas e/ou palavras que se movimentam, rotacionam ou se redimensionam dentro do espaço da tela por um tempo determinado.

Na tradução, chegamos à expressão “grafismo em movimento”. Apesar dos diversos nomes, você já teve contato com esse tipo de vídeo antes.

O motion graphics é o que dá vida, por exemplo, a desenhos animados, clipes, vinhetas de televisão e animações de cinema. Ele possui uma linguagem híbrida, que mescla os conceitos de vídeo com os de design.

Muito mais que deixar as coisas bonitas, o design tem como objetivo pensar em soluções eficazes para problemas do dia a dia. O designer gráfico combina a arte e a tecnologia para comunicar ideias a partir de imagens.

Por isso, um animador profissional de motion graphics não vai se preocupar apenas com o visual do vídeo, mas também com o comportamento dos elementos durante a narrativa e a melhor maneira deles transmitirem a informação desejada.

Como o motion graphics pode ajudar nos seus negócios?

Os vídeos de motion são uma excelente forma de contar histórias ao público. A narrativa se torna emocionante ao apresentar ideias e conceitos complexos de forma simples e visual.

Atualmente, o motion graphics está sendo utilizado em vídeos empresariais, vídeos educativos e de mídias sociais, por serem dinâmicos e causarem impacto visual.

Com o aumento do tráfego de vídeos na internet, o motion é atraente e aumenta o potencial de engajamento e compartilhamento, o que o torna uma ótima maneira de divulgar seus negócios.

O vídeo de motion é, geralmente, curto e o seu principal diferencial é ser uma solução versátil para diversas estratégias dos negócios. Continue a leitura e saiba quais são as principais aplicações desse tipo de vídeo!

Os vídeos de motion graphics são uma solução eficaz e versátil para diversas estratégias dos negócios. (Arte: Juliana Polastri)
Os vídeos de motion graphics são uma solução eficaz e versátil para diversas estratégias dos negócios. (Arte: Juliana Polastri)

Quais os tipos de motion graphics?

Separamos aqui os principais tipos de vídeo motion que as empresas podem contratar:

Vídeos explicativos

Os vídeos motion explicativos demonstram de maneira simples o funcionamento de algo – um produto, serviço, sistema, equipamento, etc. Esses vídeos têm como foco apresentar uma solução. Com um passo a passo ou de maneira lúdica, explicam como um processo se inicia e se desenvolve. Essa solução pode ser:

  • Uma empresa;
  • Um serviço;
  • Um produto;
  • Um procedimento;
  • Uma informação relevante.

O entendimento do espectador é facilitado e a retenção de informação otimizada.

Broadcast Design

O Broadcast Design é a aplicação de conceitos do motion graphics para shows televisivos. Esses elementos seguem uma identidade visual e facilitam a identificação do programa, do canal, da emissora, etc. Por exemplo, a vinheta da Rede Globo é um exemplo de material de Broadcast.

Imagens do site News Cast Studio.
  • Vinhetas: abertura, fechamento, intervalo, quadros.
  • GCs: identificam o nome de um apresentador, repórter, ou trazem a manchete do que está sendo apresentado;
  • Bug (animação da marca d’água): é o logotipo do programa inserido em algum ponto da tela, geralmente no canto inferior direito, fixo;

E outros!

O Broadcast Design pode ser produzido também para um curso online ou para transmissão na TV Corporativa de uma empresa, por exemplo. Os elementos de motion graphics tornam a experiência do espectador mais dinâmica e auxiliam o reconhecimento de um tipo específico de conteúdo.

Design de abertura

As aberturas e créditos dos filmes e séries são exemplos de designs de títulos. Atualmente, vinhetas de abertura de canais do Youtube conseguem resumir a partir de um conceito e uma identidade visual qual o tipo de conteúdo que será assistido.

O Design do título gera reconhecimento da marca pelo público e capta a atenção do espectador por conta do seu dinamismo.

Logo Reveal

Logo reveal significa “revelação do logotipo”. Esse tipo de vídeo pode ser usado em muitos casos. A maneira como o logo é animado pode representar muito a identidade de uma empresa. É uma técnica de branding, que capta a atenção do espectador pela curiosidade.

Vídeos de logo reveal são curtíssimos, podendo ser usados nas mídias sociais ou entre conteúdos de uma TV Corporativa, gerando consciência (awareness) da marca.

Vinheta – Voxel Digital from Voxel Digital on Vimeo.

Vídeos de conversão

Esses vídeos têm como intenção converter o espectador para alguma ação. Pode ser um vídeo de vendas, na qual as animações vão mostrar o produto, com o preço e um call-to-action para a compra. Outra opção é um vídeo que chame o espectador para baixar um conteúdo online deixando o email.

O vídeo de conversão muitas vezes se utiliza de gatilhos mentais para convencer o espectador a tomar a ação desejada.

Vídeo Promocional

O objetivo do vídeo promocional é promover o desejo no espectador, sem a necessidade de vender. É muito comum os vídeos promocionais mostrarem apenas funcionalidades e características do produto.

A sinestesia – se utilizar de uma sensação para transmitir outra sensação – é muito utilizada nesse caso. As texturas são capazes de transmitir a sensação de toque, por exemplo. O áudio também de extrema importância para um vídeo promocional, por causar uma emoção atrelada ao conteúdo do vídeo promocional.

Infográfico animado

O infográfico animado é uma maneira de disseminar dados complexos de forma visual e dentro de um tempo específico. A divisão das informações facilita a compreensão do espectador, deixando-as mais fáceis de serem digeridas. A maneira com que os elementos aparecem na tela guiam o olhar do espectador, dando ênfase às informações mais importantes.

Os infográficos animados podem estar presentes em um site, uma apresentação ou em uma plataforma de gestão à vista das empresas.

Técnicas de motion graphics

O motion graphics é onipresente nas estratégias de comunicação, seja interna ou externa. Todos os tipos de vídeos de motion graphics citados anteriormente podem ser produzidos a partir de diferentes estilos de design e técnicas de animação. Vamos ver as principais linguagens de design conhecidas!

Flat design

O flat design segue a orientação minimalista. O conceito de menos é mais surgiu por conta da poluição visual causada pela quantidade de informações que somos submetidos diariamente.

As cores chapadas e traço simples não causam interferência visual. Sendo o conteúdo a mensagem principal que precisa ser transmitida, sem a necessidade de competir com degradês e efeitos de brilho; por isso, o flat design se aplica como uma ótima opção para vídeos de motion graphics.

Isometric Design

O isometric design é uma maneira de simular 3 dimensões em um desenho de 2 dimensões. Diferente do desenho de perspectiva, o desenho isométrico não se utiliza de um ou mais pontos de fugas, mas de uma angulação de 30° para todas as formas geométricas.

Nessa técnica, o espaço e os objetos são observados em perspectiva, na diagonal e de cima para baixo. Dessa maneira, uma maior quantidade de informações podem ser agregadas no mesmo espaço.

Colagem

A colagem é formada pela composição de diferentes imagens e texturas sobrepostas ou colocadas lado a lado. Geralmente, esse estilo é utilizado junto a outras técnicas de design, como o flat.

A colagem parte de um princípio mais abstrato para comunicar sua mensagem. É uma excelente forma de se destacar em meio a outros conteúdos.

Frame a Frame

O frame a frame foi a primeira técnica de animação mais conhecida. Os desenhos eram feitos em cada quadro, se movendo de pouco em pouco. Quando exibidos em alta velocidade, passavam a ilusão de movimento.

Hoje em dia, não é mais necessário desenhar à mão, por conta das possibilidades digitais, mas o conceito de desenho a cada quadro continua o mesmo.

Um exemplo de animação que se utiliza da técnica frame a frame é o liquid motion. Para uma ilusão de movimento orgânica, como de líquidos, o desenho a cada quadro torna a animação verossímil.

Stop Motion

O stop motion segue o mesmo princípio do frame a frame, mas com fotografias. Objetos reais são movidos de pouco em pouco e fotografados. Quando as fotos são exibidas em sequência, a ilusão de movimento é criada. Por isso, os vídeos stop motion demandam maior esforço para sua criação.

Alguns vídeos se utilizam da essência do stop motion, mas não são feitos com fotografias. A gravação de pequenos takes, posteriormente editados com cortes secos, passam a ilusão de um vídeo de stop motion.

Parallax

O parallax é um efeito visual que reforça a sensação de profundidade de campo de uma imagem. Esse efeito é atingido ao trabalhar com a disposição dos elementos em diferentes eixos. Por exemplo, o background, ou fundo da foto, é movido em posição e escala em uma velocidade mais lenta que os objetos do primeiro plano.

O efeito parallax é utilizado para dar dinamismo a uma imagem estática, causando uma ilusão de profundidade em um vídeo de animação 2D.

Tipografia (Tipograph)

Os vídeos de tipografia tem como objeto central as letras e palavras. Apesar da escrita ser utilizada em todos os outros estilos, nesse caso, as outras formas e movimentos são pensados como objetos secundários e as palavras como informação principal.

Os vídeos de tipografia começaram a fazer sucesso nas redes sociais, já que a maioria das pessoas assiste os vídeos. Dessa forma, a informação é passada de forma clara e dinâmica.

Produção de vídeos de motion graphics pela Voxel Digital.
Produção de vídeos de motion graphics pela Voxel Digital.

Autor

Carolina Reggiani
Carolina Reggiani

Gostou? Deixe seu comentário