As tendências de comunicação para Food Services
As tendências de comunicação para Food Services
As tendências de comunicação para Food Services

As tendências de comunicação para Food Services

Daniela Leite
escrito por
Daniela Leite
Tempo de leitura: 5 minutos

A tecnologia para Food Services cria formas de inovar o ambiente, cardápio, atendimento, pagamento e relacionamento de estabelecimentos comerciais do ramo da alimentação

 

No último ano, o segmento de alimentação cresceu 3% no país, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Foodservice Brasil (IFB), divulgada pelo jornal online Valor Econômico. A pesquisa também revelou que o setor faturou R$84 bilhões no mesmo período. O jornal analisa que os indicadores poderiam ter sido melhores, mas em meio à crise econômica, só mesmo os estabelecimentos que se reinventaram conseguiram crescer.

Em entrevista, o diretor do comitê de dados do IFS, Eduardo Yamashita, ressaltou que diante de uma recessão econômica, o consumidor fica mais racional. Isso demanda atenção maior dos empresários do setor de alimentação, já que a redução de gastos do brasileiro passa, quase sempre, pelo prato, e é preciso repensar estratégias para atrair os consumidores.

Considerando esse cenário, fica clara a importância da reinvenção dos food services. Ela é imprescindível mesmo fora dos tempos de crise, já que as novas gerações, entre 18 e 34 anos (que representam a maior parte dos consumidores de serviços de alimentação, cerca de 30%, segundo o IFB) respiram inovação e tecnologia e esperam isso em seus ambientes de consumo.

Em diversos estabelecimentos, algumas melhorias básicas podem atender às expectativas do mercado, desde o atendimento até o cardápio, o ambiente e outros aspectos.

Seja em restaurantes, redes de fast food, lanchonetes, bares ou demais serviços, o consumidor valoriza fatores muito além do prato: uma ambientação agradável, a facilidade em entender as opções do menu e fazer a escolha, o atendimento rápido, a facilidade de pagamento e a localização. Esses são grandes fidelizadores de clientes.

Outra grande tendência para o ramo é a alimentação sustentável e saudável. Cada vez mais as pessoas desejam saber o que estão consumindo, as origens dos ingredientes, as informações nutricionais do prato e a qualidade dos alimentos. Isso se deve às inúmeras pesquisas científicas conhecidas que relacionam saúde, bem-estar e expectativa de vida à dieta alimentar. Assim sendo, complementar as informações do cardápio, entender as necessidades do público e se relacionar com ele são imprescindíveis para o sucesso de um restaurante, seja ele qual for.

Tecnologia para foodservices
Displays informativos podem ser ótimos cartões de visita dos food services. (Arte: Diana Coelho/ Shutterstock)

A tecnologia para food services é uma grande aliada do processo de modernização dos estabelecimentos. Junto a algumas medidas simples, elas melhoram, e muito, o desempenho de colaboradores e a entrega final ao consumidor. Acompanhe o post para entender quais são os principais aspectos a otimizar em seu food service e que ferramentas podem ajudá-lo a se reinventar!

Ambiente

Valorize a experiência do cliente dentro de seu estabelecimento. Os restaurantes (em seu sentido amplo, desde o slow até o fast food) representam, para o público, locais de entretenimento, socialização, divertimento.

Por isso, faça de tudo para que o ambiente seja agradável e envolvente. Não necessariamente é preciso investir em novos móveis, mas, possivelmente, em decoração, iluminação, música ambiente, TVs, etc, tudo para que o local se torne convidativo e receptivo.

Segundo uma reportagem do Estadão, um número cada vez maior de bares e restaurantes está aderindo à instalação de TVs em locais estratégicos do salão. Clientes costumam apreciar a possibilidade de assistir ao jornal durante o almoço e à novelas e jogos de futebol durante jantares ou happy hours. O controle do volume garante que todos tenham um ambiente agradável, mesmo aqueles que não estejam interessados na tela.

Ouvindo as sugestões dos clientes é possível entender em qual tecnologia para food services investir e o que priorizar.

Cardápio

Os cardápios deixaram de ser meros encartes com uma lista de pratos, para se tornarem verdadeiros instrumentos de conquista do cliente. Fotos, descrições detalhadas de ingredientes, valor nutricional e outras informações estão disputando espaço nos menus para uma melhor apresentação dos pratos, sobremesas e bebidas.

Isso é vantajoso para despertar a atenção do cliente e mostrar a ele novas opções que ele ainda não conhece e que podem conquistá-lo pelo visual ou pela descrição.

Como demonstramos no início do texto, cada vez mais consumidores prezam por informações complementares sobre os alimentos, por questões de saúde e restrições alimentares. Ir nessa tendência informativa é garantir a satisfação de seu público.

Além de melhorias nos menus impressos, um novo recurso tem ajudado os food services a apresentarem seus produtos de forma atrativa, organizada e inovadora: os menu boards digitais (ou cardápios digitais).

Do ponto de vista da tecnologia, os menu boards são displays que veiculam o menu por meio de Sinalização Digital. Esses recursos são bastante interessantes do ponto de vista da facilidade de atualizar informações, já que bastam alguns cliques para transmitir novas descrições, fotos, promoções, pratos do dia e sugestões de compra remotamente.

Além disso, os menu boards valorizam as fotos dos produtos e dinamizam a escolha do cliente, pois permitem visualizar melhor o conjunto de opções. Isso acelera filas e melhora o atendimento, e já vem sendo adotado por grandes redes de fast food.

Abrace a tecnologia para food services e torne seu cardápio um cartão de visitas!

Atendimento

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Roberto Maciel, em reportagem do Jornal do Brasil, a “experiência tecnológica” fará parte do atendimento no futuro. Essa foi uma das discussões levantadas no seminário Impactos da Economia Colaborativa – Alimentação, Transporte e Agências de Viagem, realizada no Rio de Janeiro em agosto deste ano.

O termo “tecnologia” pode ser bastante amplo quanto à sua aplicação no setor de alimentação. Um dos aspectos mais comentados é a importância que os aplicativos de delivery, como o iFood, Hellofood e outros próprios das cadeias de alimentação, vêm ganhando.

Essa pode ser uma boa estratégia para conquistar mais clientes para seu restaurante, já que, cadastrando seu serviço nos aplicativos mais conhecidos, ele constará na lista da categoria que o cliente busca e terá mais visibilidade.

Pedir comida via apps tem sido uma das formas preferidas do público. Segundo o presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes do RJ, Pedro De Lamare, o iFood, por exemplo, alavanca em até 40% as vendas de um restaurante.

A autonomia, a rapidez e praticidade são as principais vantagens dos aplicativos de delivery. Outra tendência tecnológica para os restaurantes é a disponibilização do autoatendimento para os clientes. Por meio de totens e telas interativas (touch screen) instaladas nos restaurantes, os próprios clientes navegam entre as opções e fazem seus pedidos com facilidade. Além de ser uma experiência interessante, agiliza filas e poupa tempo dos atendentes.

Autoatendimento
Displays interativos ampliam as possibilidades de atendimento. (Foto: Shutterstock)

Pagamento

Hoje é primordial que estabelecimentos comerciais aceitem diversas formas de pagamento, como cartões de crédito e débito, Vale Refeição e Vale Alimentação. Se seu estabelecimento ainda não oferece essas opções, é recomendado disponibilizar as maquininhas de cartões que aceitem diversas bandeiras. Essas formas de pagamento são bastante acessíveis, já que a tecnologia possibilita até mesmo o uso de smartphones para pagamentos.

Relacionamento com o cliente

Invista no marketing de seu estabelecimento por canais de comunicação com seu público. Existem inúmeras redes sociais para escolher onde criar uma conta. Entre elas, Facebook e Instagram são as mais populares.

Alimente as páginas com promoções, incentive os seguidores a compartilharem posts para concorrerem a sorteios e descontos, incentive o uso de tageamento com o nome de seu restaurante em fotos de clientes que estiverem consumindo em seu estabelecimento e explore o potencial das redes para o marketing orgânico.

As avaliações de clientes em sua página também podem ajudar a construir uma imagem positiva. Garanta que eles saiam satisfeitos para que sempre elogiem seu serviço publicamente!

Neste post ensinamos a usar vídeos para sua estratégia de marketing digital e impulsionar suas redes sociais.

Essas são algumas formas de reinventar seu food service e conquistar mais clientes. Você tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe para a gente nos comentários, estamos aqui para te ajudar!

Acompanhe mais posts pelas redes sociais!

 

Autor

Daniela Leite
Daniela Leite

Jornalista por formação, especialista em conteúdo, acredita no potencial da informação para transformar o mundo.

Gostou? Deixe seu comentário