Desenvolvimento pessoal e profissional: como usar as soft skills
Desenvolvimento pessoal e profissional: como usar as soft skills
Desenvolvimento pessoal e profissional: como usar as soft skills

Desenvolvimento pessoal e profissional: como usar as soft skills

Carolina Reggiani
escrito por
Carolina Reggiani
Tempo de leitura: 6 minutos

As soft skills são importantes habilidades para se desenvolver e alcançar objetivos e realizações

O desenvolvimento pessoal é um processo de identificar os próprios talentos e dificuldades e potencializá-los para alcançar objetivos e realizações. Por isso, o autoconhecimento é uma importante ferramenta para o desenvolvimento pessoal e profissional. Mas, por onde começar?

Um dos pontos de partida é trabalhar as soft skills, cada vez mais procuradas no ambiente de trabalho e que também trazem benefícios para a vida pessoal. As soft skills são habilidades comportamentais que apresentamos em todos os ambientes que nos encontramos.

A forma de se relacionar e interagir com colegas influenciam a percepção dos outros a seu respeito. A pontualidade e qualidade das entregas dos seus afazeres motivam a aceitação de ideias, projetos e sugestões. O controle emocional transmite confiança e segurança às pessoas ao seu redor.

O desenvolvimento ou fortalecimentos dessas soft skills são fundamentais para a carreira e para o crescimento pessoal. Vamos ver como trabalhar algumas delas a seguir!

Gestão de tempo

Um dia com 24 horas muitas vezes parece não ser o suficiente para resolvermos tudo que precisamos. Tarefas vão se acumulando para o próximo dia – e ele terá igualmente esses 1.440 minutos. Já que o tempo não muda, nós precisamos nos adaptar e desenvolver essa soft skill!

Por isso, devemos prestar atenção nas principais causas da nossa “perda” de tempo:

Desorganização

Uma atividade rápida muitas vezes toma um tempo maior pela falta de organização. Onde está aquele arquivo no computador? E aquela ferramenta para executar o trabalho?

Procrastinação

A mania de adiar os compromissos para depois. Eles podem acumular e se tornarem uma grande bola de neve.

Incapacidade de dizer não

Dizer sim para tudo e todos pode causar uma sobrecarga de trabalho. Isso gera maior cansaço e menos produtividade.

Ladrões de tempo

E-mails, notificações e redes sociais são os principais vilões da produtividade. O mundo digital conectado está sempre querendo nossa atenção.

Agora que já sabemos como perdemos nosso tempo, confira como usar a tecnologia a seu favor desenvolver essa soft skill, aumentar a sua produtividade no trabalho e na vida pessoal!

1. Planejamento de tarefas

Cada um tem afinidade com um método de planejar as tarefas. Realizar testes é a melhor maneira de descobrir qual é o melhor para você!

Asana

O Asana é um gerenciador de tarefas ótimo para projetos de equipe. Ele permite a divisão de projetos e tarefas com soluções para trabalho colaborativo. Ele também oferece diversas maneiras de visualização: lista, quadro ou calendário.

Trello

O Trello oferece um visual bem simples e é fácil de usar. A visualização em quadro é intuitiva e permite o acompanhamento do progresso de cada projeto. Ele também permite o trabalho em equipe, mas tem menos funcionalidades que o Asana.

2. Bloco de notas

Evernote

A evolução dos post-its está aqui! No Evernote você pode criar as tão necessárias listas e lembretes. Com o bônus da ajudinha da tecnologia, o app permite tirar fotos de esboços e localizar ou compartilhar esses arquivos. Você também pode sincronizá-lo em todos os seus dispositivos e acessar as informações da onde estiver.

3. Evitar distrações

Forest

Com o Forest você configura um tempo específico e o app te mostra uma pequena árvore. Se você não usar o celular pelo tempo especificado, a plantinha cresce e vai formando uma floresta. São vários tipos de árvores que você pode escolher para se motivar.

4. Metas e hábitos

Estes aplicativos te ajudam a criar novos hábitos. Eles enviam notificações com lembretes diários das metas e acompanhamento do seu progresso.

Loop

O Loop conta com uma interface simples. Você monta sua lista de metas e pode classificá-las com cores. Ele permite a customização dos dias da semana que o hábito deve ser cumprido ou a frequência. Tem uma visualização bem clara do progresso das metas, tanto em calendário, quanto em formato de gráfico.

HabitBull

O HabitBull mostra diversas sugestões de metas mais populares por categoria e permite a customização das suas próprias. A ação é planejada por meio dos hábitos que o usuário informa ao app e vai gerando lembretes.

Ele possibilita configurações para avaliar o sucesso da meta pela sua execução ou pelo tempo levado para atingi-la; e pode ter integração com outros apps (como o Google Fit, para atividades físicas).

Comunicação efetiva

Constantemente estamos interagindo com outras pessoas: reuniões de trabalho, encontro com os amigos e conversas em casa. Apesar disso, nem sempre nossa comunicação é efetiva.

Um estilo de comunicação objetiva é aquela que conduz a um determinado efeito. Para isso, ela tem um objetivo definido e leva em consideração a mensagem e como apresentá-la. Já uma comunicação não efetiva pode levar a má interpretação, o que gera atritos e desgastes das relações.

Essa soft skill é importante para evitar desentendimentos e melhorar as relações pessoais. Vamos ver passo a passo como desenvolver uma comunicação efetiva!

1. Objetivo

Tenha em mente que todas as palavras ditas têm um objetivo. Em uma reunião, o objetivo pode ser mostrar o seu ponto vista ou convencer os outros sobre uma ideia específica. Em uma conversa mais informal, entreter ou saber mais informações pode ser o desejado. Independentemente da conversa, foque na melhor forma de alcançar o que você pretende obter.

2. Conheça seu público

A forma e o meio são tão importantes quanto a mensagem. Por isso, é interessante entender com quem você está se comunicando: é alguém mais novo ou mais velho? Um amigo ou um desconhecido? Essas informações ajudam a adequar a linguagem da melhor maneira para um interlocutor específico.

3. Linguagem corporal

Apenas uma parte da nossa comunicação é verbal, a outra parcela é transmitida pela nossa postura corporal e expressões faciais. A consciência dos gestos, voz e olhar são fundamentais para nos expressarmos adequadamente.

Manter contato visual é uma das formas de se identificar com o outro. Mas atenção para a naturalidade: alguns segundos por vez são o suficiente.

Deixe a postura aberta, os outros vão se sentir mais receptivos e sua mensagem será mais bem recebida, mesmo que em um nível inconsciente.

Solte as expressões faciais. Com naturalidade e sinceridade os outros podem se identificar com mais facilidade aos sentimentos.

Com isso em mente, seja claro! Não a honestidade ofensiva, mas ir direto ao ponto e deixar explicado o seu objetivo.

As soft skills são importantes ferramentas para o desenvolvimento pessoal e profissional (Arte: Juliana Polastri)
As soft skills são importantes ferramentas para o desenvolvimento pessoal e profissional (Arte: Juliana Polastri)

Inteligência emocional

Muitas vezes nos vemos em situações em que somos dominados pelos nossos sentimentos, sem controle de nossas ações. Por isso, nossa capacidade de reconhecer e lidar com nossos sentimentos e dos outros é uma das principais soft skills que podemos desenvolver!

Quando conseguimos conciliar nosso lado emocional e racional, podemos controlar as emoções negativas e potencializar seu lado positivo, o que nos ajuda a gerar os resultados desejados.

1. Perceber as próprias emoções

Existem quatro emoções principais: medo, tristeza, raiva e alegria. Todos os outros sentimentos são derivados dele. O primeiro passo é reconhecer as próprias emoções.

Dica: Pare alguns minutos do seu dia para reconhecer a emoção que está sentindo no momento.

2. Lidar com as próprias emoções

Quando reconhecemos nossas emoções, podemos usar o lado positivo de cada uma delas.

  • Raiva: Canalizar a energia para encontrar soluções;
  • Medo: Buscar alternativas que superem a limitação;
  • Tristeza: Exercitar a capacidade de perdoar os outros e a si mesmo;
  • Felicidade: Motivar a si mesmo e aos outros.

Dica: Espere de 6-10 segundos antes de tomar uma decisão e agir, assim as informações conseguem ser processadas pelo lado racional e gerida da melhor maneira.

3. Perceber a emoção do outros

Parecido com o primeiro passo, pare alguns minutos para analisar as emoções das pessoas que você está em contato.

Dica: O cliente está com raiva? O chefe está triste? O filho está com medo? O colega está feliz?

4. Lidar com a emoção da outra pessoa

A partir do momento que você começa a perceber as emoções do outro, você cria a empatia para lidar com a emoção da outra pessoa.

Dica: Adapte o seu comportamento para ajudar o outro a usar o lado positivo de suas emoções.

5. Automotivação

A sua motivação não precisa ser externa quando os sentimentos são entendidos e a empatia é criada. Cada um se torna responsável por encontrar sua própria motivação.

Dica: Exercite o pensamento de encontrar motivos palpáveis para ações do dia-a-dia: o meu trabalho está ajudando a quem?

Soft skills para o desenvolvimento pessoal e profissional

As principais soft skills para o mundo moderno são: a gestão de tempo, a comunicação efetiva e inteligência emocional. Ninguém desenvolve essas habilidades do dia para noite, é importante praticar e melhorar todos os dias.

Confira também 7 dicas para se adaptar ao home office casa com produtividade e bem-estar!

Autor

Carolina Reggiani
Carolina Reggiani

Gostou? Deixe seu comentário