Mapa mental: como organizar ideias para seus vídeos
Mapa mental: como organizar ideias para seus vídeos
Mapa mental: como organizar ideias para seus vídeos

Mapa mental: como organizar ideias para seus vídeos

Carolina Reggiani
escrito por
Carolina Reggiani
Tempo de leitura: 2 minutos

Conheça a técnica  de mapa mental que ajuda a organizar ideias em estruturas de mapeamento para projetos e planejamentos de vídeos

mapa mental é um diagrama feito para organizar, memorizaranalisar ou criar um conteúdo. A técnica se utiliza da conexão de conceitos-chave em uma estrutura de ramificações, com diferentes cores e símbolos, para trazer todos os insights sobre determinado assunto. Essas associações funcionam de forma parecida às sinapses do cérebro.

Os conceitos-chave são baseados no lado analítico do cérebro, e as cores e o visual incentivam o nosso lado criativo. Por isso, os mapas mentais são tão instintivos e eficazes.

Entre suas muitas funções, separamos alguns cenários para utilizá-los:

  • Aprender;
  • Memorizar;
  • Desenvolver a criatividade;
  • Inovar;
  • Criar;
  • Solucionar problemas;
  • Planejar;
  • Estruturar projetos.
O mapa mental utiliza o lado criativo e analítico do cérebro. (Arte: Juliana Polastri)
O mapa mental utiliza o lado criativo e analítico do cérebro. (Arte: Juliana Polastri)

Como fazer um mapa mental?

Eles podem ser feitos no papel, com lápis e canetinhas coloridas, ou de forma digital, em ferramentas como o Mind Meister. Vamos ver o passo-a-passo!

1. Título

Comece com a temática do mapa no centro e circule a palavra. Essa palavra corresponde à ideia principal. Pense: qual o objetivo do mapa? Estruturar personagens em um roteiro? Organizar a produção de um vídeo institucional? Essa palavra deve representar esse assunto.

2. Ramificações

Defina as principais informações que precisam estar no mapa. Existem duas formas de seguir as ramificações:

Analítica: São definidos temas “guarda-chuva” do projeto principal. Por exemplo, para o seu projeto de vídeo, as ramificações podem ser os departamentos que vão participar; para estudos de benchmarking, os principais conceitos abordados a partir do tema principal.

Criativa: Deixe seu cérebro fazer as associações e escreva as primeiras palavras que o tema principal lhe remete, como um brainstorming. Essa técnica é mais utilizada para iniciar novas ideias.

As próximas ramificações devem continuar seguindo cada tema. Quais os próximos passos de cada departamento no projeto? Que assuntos existem dentro de cada grupo-chave? Vá respondendo essas questões e desenvolvendo seu mapa mental.

Você pode criar quantas ramificações quiser!

Dica: Não escreva frases longas, apenas palavras-chave que descrevam a ideia.

3. Cores

As cores deixam o diagrama mais visual e facilitam seu entendimento. Você pode definir uma cor para cada ramificação, o que facilita a visualização das palavras-chave.
Outra ideia é marcar de uma cor os problemas e situações críticas e outra as possíveis soluções.

4. Símbolos

Símbolos ou imagens também auxiliam na visualização. O cérebro processa imagens mais rápido que palavras, por isso, são excelentes para a memorização. Associe etapas ou palavras do mapa a símbolos e facilite o entendimento.

Símbolos e cores axuliam no entendimento de forma visual do mapa mental. (Arte: Juliana Polastri)
Símbolos e cores auxliam no entendimento de forma visual do mapa mental. (Arte: Juliana Polastri)

5. Revisões e edições

A primeira versão não ficou exatamente como você queria? Não tem problema, é fácil adicionar novas informações sem que fiquem deslocadas do resto do mapa. Portanto, revise quantas vezes for necessário!

Gostou do conteúdo de hoje? Veja também as técnicas de Design Thinking e Matriz de Conteúdo para ajudar na criatividade!

Compartilhe com os colegas para utilizarem no próximo projeto de vídeo!

Autor

Carolina Reggiani
Carolina Reggiani

Gostou? Deixe seu comentário