Por que digitalizar a comunicação de sua empresa? Confira 3 bons motivos!
Por que digitalizar a comunicação de sua empresa? Confira 3 bons motivos!
Por que digitalizar a comunicação de sua empresa? Confira 3 bons motivos!

Por que digitalizar a comunicação de sua empresa? Confira 3 bons motivos!

Daniela Leite
escrito por
Daniela Leite
Tempo de leitura: 4 minutos

Grandes desafios da comunicação interna de empresas de diversos portes estão atrelados à forma como ela é feita. Veja no quarto post de nossa série como digitalizar a comunicação empresarial pode ser uma solução impactante

Mais do que “tendência”, a digitalização dos meios de comunicação das empresas é uma necessidade gerada pelo ritmo de trabalho atual. Cada vez menos as empresas desejam investir em canais impressos de comunicação interna, visando mais os canais digitais. É o que mostra uma pesquisa sobre tendências realizada em 2016 pela Equipe SocialBase em parceria com a Ação Integrada.

Na pesquisa, foram entrevistadas 200 empresas de diversos portes, e, em cerca de 50% delas, notou-se o interesse em migrar para meios digitais, como TV Corporativa, Intranet, Rede Social Corporativa, Apps para Smartphone e Ferramentas de Comunicação em Desktop (em diferentes níveis de preferência por cada meio, sendo os 3 primeiros os favoritos).

Outro dado interessante levantado foi de que, atualmente, grande parte dessas empresas (em média 40% delas) considera que tem poucas ferramentas de comunicação em seu cotidiano, e não as considera eficientes.

Os maiores desafios encontrados pelas empresas são engajar as lideranças na comunicação, fazer todo o trabalho de comunicação com uma equipe reduzida e conseguir mensurar os resultados das ações, considerando o ROI (Retorno sobre Investimento) e mudanças efetivas de comportamento.

Para entender como os meios digitais podem ajudar a superar essas e outras dificuldades, preparamos uma lista rápida com as principais vantagens de fazer uso da tecnologia na comunicação interna. Confira a seguir!

1. Automação de processos

Se o problema é uma equipe pequena de comunicação, por exemplo, nada melhor que contar com formas de agilizar processos para conseguir volume de conteúdo.

Em casos de grandes empresas, também, não importa quão eficiente seja o pessoal da comunicação, é simplesmente muito difícil se comunicar com todos ao mesmo tempo de forma analógica.

A automação de e-mails e campanhas digitais facilita muito a comunicação ampla, em grande quantidade e com pouco esforço. Plataformas como o MailChimp e MailerLite são boas opções gratuitas de automação de e-mails.

No caso dos avisos impressos, a substituição por painéis digitais faz com que a mensagem seja produzida e distribuída a partir de um único computador para todas as telas em um clique. Esse processo facilita a rápida atualização e correção de informações, além de agilizar a substituição dos comunicados por novos e a elaboração de materiais mais atrativos visualmente.

Assim, os esforços dos profissionais de comunicação são canalizados em práticas que dão resultados e otimizam seu tempo.

Digitalizar a comunicação é uma das soluções para os desafios atuais do cotidiano das empresas. (Arte: Diana Coelho)
Digitalizar a comunicação é uma das soluções para os desafios atuais do cotidiano das empresas. (Arte: Diana Coelho)

2. Segmentação e personalização

Outro problema enfrentado dentro das empresas é encontrar o tom de voz certo na comunicação, que engaje desde o CEO até os níveis hierárquicos inferiores. Quando a comunicação se torna excessivamente neutra, acaba não sendo aproveitada a fundo por ninguém. E não somente em termos de linguagem, mas também quanto aos temas que sejam úteis para as diferentes áreas.

Nesse caso, nada melhor do que segmentar a comunicação para dialogar com cada setor de forma diferente. As TVs Corporativas, por exemplo, podem ser instaladas em diferentes áreas da empresa e ter seu conteúdo personalizado para as pessoas que mais frequentam o ambiente.

A tendência da segmentação se aplica a qualquer meio utilizado, como e-mails, redes sociais, vídeos. Assim, o emissor tem a certeza de entregar conteúdo relevante aos seus destinatários.

3. Relatórios e métricas de desempenho

Camila Porto, expert em comunicação digital, passou a seguinte frase em um de seus treinamentos:

“Elimine o que não funciona. Multiplique o que funciona.”

Parece simples, não?

Mas a única forma de saber o que funciona ou não dentro da comunicação empresarial é testando e mensurando cada ação.

Quando você fixa um papel em um mural de avisos, por exemplo, nunca terá a certeza de que todos leram, certo? E isso pode abrir lacunas de comunicação devido a mensagens não vistas ou lidas.

A boa notícia é que a maioria dos meios digitais oferece métricas de aproveitamento de conteúdo, que você pode acompanhar para ver quão bem sucedidas vêm sendo suas ações. É possível saber, por exemplo:

  • Quantas e quais pessoas clicaram nos links que você enviou,
  • Quanto tempo passaram lendo,
  • Qual a taxa de rejeição de uma mensagem, etc

Nas redes sociais, as métricas fluem através de likes, compartilhamentos, comentários. Fica fácil ver os conteúdos que foram aproveitados, o que deu certo e o que não deu.

Outro fato incrível é que as TVs Corporativas podem contar com sensores que mensuram quantas pessoas olharam para a tela. Assim, você saberá se seu conteúdo foi bem aproveitado e poderá multiplicar o que funciona ou repensar o que não foi tão eficiente.

Além das métricas, observe o engajamento e nível de produtividade dos colaboradores, pesquisando a satisfação e resultados de seu trabalho. O fator humano ainda é o maior indicador de sucesso de uma corporação.

Essas são apenas algumas vantagens de digitalizar a comunicação, dentre muitas outras. Conheça nossas soluções em Plataformas de Endomarketing Digital e fale com nossos consultores aqui!

Autor

Daniela Leite
Daniela Leite

Jornalista por formação, especialista em conteúdo, acredita no potencial da informação para transformar o mundo.

Gostou? Deixe seu comentário